28.1.11

Número 406

Outro homem
Rubem Penz
Marco Aurélio e Eunice já haviam ultrapassado muitas crises. A dos sete anos, o nascimento dos gêmeos, rumores de outra (nunca admitidos nem bem explicados), reveses financeiros, a síndrome do ninho vazio... Ultimatos não chegavam a ser novidade no casal.
– Marco Aurélio, quero o divórcio!
– Por que isso agora, minha querida?
– É que só hoje descobri que tenho outro homem.
– Peraí: se você tem outro homem, eu é quem deveria descobrir, não acha?
– Não é "outro" outro homem, seu leviano! Não sou dessas, viu?! É você o outro homem.
– Eunice, se o problema é a calvície, você bem lembra do meu pai que...
– Não é a calvície, Marco Aurélio.
– ...a dieta comecei recém terça-feira e ainda não deu para...
– Pára! Me leve a sério ao menos uma só vez, Marco Aurélio? Posso falar?
– Ok: você tem outro homem. Explique.
– Sabe o que me encantava em você, Marco Aurélio? O temperamento cordial, a sensibilidade, o fato de você ser caseiro... Até meio tímido. Eu sempre senti em você uma preocupação verdadeira por mim e por nossos filhos, todos nós na sua vista. Até dizia para minhas amigas durante as viagens: "O Marco Aurélio faz o tipo paternal, mas isso tem lá suas vantagens. Eu aqui em Barcelona, e ele lá em casa, cuidando das crianças".
– Se o problema é eu ter incentivado os meninos para estudarem fora, eu...
– Não terminei, Marco Aurélio!
– Certo, Eunice. E onde entra o outro homem?
– Pois hoje descobri, seu canalha sem vergonha, que na verdade você é completamente outro fora da minha vista. Inovador, expansivo e, Deus me livre, um galinha! Você acha que eu esqueci daquela sirigaita da Constância? Jamais! Você fica pra cima e pra baixo e só lembra da família quando põe o pé em casa. No doce lar é o Marco Aurélio querido e companheiro. Um duas caras, isso sim!
– Eunice, requentar a história da Constância nessas alturas... E isso de eu ser outro, agora? Não faz o menor sentido!
– Não fazia sentido com o sol em Câncer, seu nascido em 16 de julho! Mas estão dizendo que você é de Gêmeos, Marco Aurélio! Fizeram outros cálculos e mudou tudo. Gêmeos não é Câncer, Marco Aurélio. E sabe-se lá se sou compatível com Gêmeos! Olha aqui a reportagem!
– Nossa, é mesmo... Será que isso é sério? Que coisa maluca! Se não sou mais Câncer agora você é, deixa ver...
– Eu nada, devolve aqui.
– Como nada? Tira a mão! 30 de novembro, me casei com...
Uma amiga astróloga desmentiu por telefone a matéria e disse que era bobagem: os signos astrológicos não mudaram não. E ainda confidenciou à Eunice que Constância seguia morando no Canadá. Marco Aurélio preparou um delicioso jantar para comemorarem a reconciliação. Os gêmeos ligaram de Londres, mas ninguém atendeu. O signo da Serpente dera ideias afrodisíacas ao outro.

8 comentários:

baku disse...

Em tempos de mudanças astrológicas... muito adequado!

Rubem Penz disse...

André,
Os astrólogos não têm do que se queixar: o tema mereceu capa da Veja e tudo! Ora direis, ouvir estrelas...
Abraços, Rubem

Marcelo Rosa Gomes disse...

Que bom que não era verdade. Eu, de peixes, já estava me sentindo fora d'água...

Márcia Horner disse...

Há tempos "ouço" o Rufar dos Tambores, o som de hoje está ótimo.
Abraço

Rubem Penz disse...

Comigo estava acontecendo o contrário: leonino dos últimos dez minutos (escapei por pouco de ser Virgem), saí do último pelo do rabo do Leão para o centro do signo. Foi divertido o reboliço! Abraços, grato, Rubem

Rubem Penz disse...

Obrigado, Márcia! Para quem também é músico, não há comentário mais adorável! Abraços, Rubem

Maria Lucia disse...

ótimo, como sempre!
beijo

Rubem Penz disse...

Muito grato, Maria Lúcia! Valeu!
Rubem

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião.