24.8.12

Reparando

Número 487

Rubem Penz

Reparar é um dos sinônimos de olhar. Carrega consigo, porém, outro ponto de vista: é um olhar crítico. Reparando, estamos de alguma forma colocando um juízo de valor, comparando com determinado padrão estabelecido, analisando. Enfim, mais atentos do que supõe o olhar descompromissado.

Há alguns vícios de profissão que fazem com que pessoas reparem nos corpos dos outros. Ao professor de Educação Física jamais escapa uma escoliose, por exemplo. Dentista nenhum é imune à análise de nosso sorriso, mesmo no encontro informal. Policiais de folga no serviço antecipam-se apenas com base em atitudes suspeitas.

E, como a compulsão sexual move a vida do planeta, mulheres costumam reparar nos homens que passam. Eles, ainda mais, nas mulheres que desfilam.

Era o que sempre acontecia com o Joel. Porém, enquanto ele reparava na gata flanando pelas calçadas, sua mulher reparava nele reparando. Quando se viu flagrado, olhou para a esposa com aquela cara de – quê foi? Quê foi digo eu – respondeu ela furiosa, desejando saber se ele perdera alguma coisa naquele jovem traseiro. Mas o homem não se deu por vencido:

– Ah, querida, vai dizer que você não viu?

– Vi o quê, Joel?

– A moça! Será que ela não percebe que o jeans de cós tão baixo desfavorece suas pernas curtas?

Jogada de mestre! Joel descobriu um alvará para olhares furtivos: comentar algo sobre a roupa. Porém, seus conhecimentos mal passavam do cós – precisava pesquisar mais. Trocou a assinatura da revista de esporte por uma de moda, acompanhou tendências na TV, descobriu um novo mundo.

– Olhando o quê, Joel?

– O decote desfavorece os ombros dela... Aquela camisa solta disfarça o culote da outra... O corte de cabelo destoa com o formato do rosto da do meio... A mais jovem deveria aprender a caminhar de saltos...

Quando tudo parecia perfeito em sua estratégia, surgiu um terrível efeito colateral. Hoje, Joel não mais consegue mirar as mulheres apenas com olhos de gula. Por mais que deseje, não se concentra em peitos e bundas como outrora. Quando vê, já está reparando na roupa...


--
Visite-me em:
www.rubempenz.com.br
www.rufardostambores.blogspot.com



Um comentário:

Julia De Menezes disse...

Aproveitando alguns dias de férias ando lendo por aqui...e acabei reparando que voce está escrevendo cada vez melhor! parabéns Rubem e como quem não quer nada dá uma olhada no meu blog e pode reparar a vontade! abraço

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião.